28.4.12

Cenários da próxima campanha de campo nos Açores





Cenários da próxima campanha de campo (16.06 a 08.07.2012)


A próxima campanha de campo começará na ilha do Pico ...








































































... depois vamos até ao Faial ...










... e por fim S. Miguel!







25.4.12

Hawaii ... até à próxima





Últimos momentos ...

O último dia de "Big Island" está a chegar ao fim ...




O sol põe-se por trás do Mauna Loa, visto do Kilauea.




Em Waikiki, o sol põe-se no último dia de Hawaii ... mas só até à próxima campanha de campo!




Como se pode ver, os fãs das ondas aqui surfam até de noite!




O sol finalmente põe-se ...




... e segue-se um fantástico jantar oferecido pelo casal McMurtry. A entrada foi um atum cru espectacular! E deixo-vos cheios de água na boca ...



24.4.12

Hawaii que saudades





Um cheirinho da cultura Hawaiiana


Aspecto das casas nativas do Hawaii, e das estátuas com aspecto ameaçador (Tikis), esculpidas em madeira, que serviam para defender as casas das possíveis invasões de seres maléficos.


Pormenor das Tikis.


Aspecto do aeroporto de Honolulu. Vivam os trópicos! Em primeiro plano, monumento de homenagem às bailarinas Hawaiianas.


Aqui, as bailarinas em carne e osso, a dar um colorido muito especial ao aeroporto. A graciosidade da Hula é deslumbrante!


Ahhh carinha linda! A do primeiro plano, bem entendido ...






22.4.12

Mais Hawaii





Beleza natural ...


Cada um tem as lagartixas que merece! Estão em todo o lado. E os Pardais são substituídos aqui por Mainatos e rolas. Os trópicos têm um outro colorido!




Fenocristais de olivina em basalto. Esta tem qualidade de gema!




Cristais de enxofre associados a fumarolas.




Em pormenor. Esta foto foi tirada a mais de 20 m do objecto, e sem tripé ... vivam as novas tecnologias!




Uma das muitas cascatas da ilha!





Alguns dos vales aqui são fabulosos! É pena não se perceber a sua dimensão nas imagens ...




Até parece que fez pose para a foto!




Esta pequena cascata é uma pequena parte de uma cascata que tem mais de 250 m de altura. Quando chove muito nas terras altas, o volume de água desta cascata é impressionante e não se pode estar neste local onde tirei a fotografia. Quando se trabalha aqui, é preciso estar muito atento às enxurradas que surgem inesperadamente. Nos Alpes morrem muitas pessoas por ano em situações semelhantes.




As praias em Hawaii são espectaculares ... mas só fui à água no penúltimo dia, e em O'ahu, não em Hawai'i. De qualquer modo a água é " fria" para o meu gosto ... apenas 25 ºC! Em Natal, Brasil, quando lá estive em Janeiro deste ano, a água estava a mais de 30 ºC! Que maravilha ... quando se entra na água após uma corrida na praia nem se sente a diferença!




21.4.12

Ainda e sempre o Hawaii





A floresta tropical húmida

Árvores que crescem sobre árvores! A árvore mais clara cresce nos troncos da mais escura, ...


... aqui em pormenor.


Nas linhas de água, a floresta é luxuriante e quase impenetrável.


Ainda que pareça, não é o orvalho da madrugada ... é assim o dia todo!


Viagem pelo interior da floresta tropical ...


...



Ao vivo e a cores ...


video


video




Árvores actuais sobre escoada lávica com árvores de lava (ao centro).


Árvore de lava.


Como o interior era oco (tronco de árvore queimado pela lava a mais de 1000 ºC), mas presentemente se encontra preenchido com solo, nasce vegetação no interior que dá um aspecto humano às árvores de lava.


Estas morreram de pé, porque as raízes se encontram enterradas em solo a temperatura elevada, aquecido pela lava que se encontra em ascensão e já próximo da superfície.




19.4.12

Hawaii sempre ...





Tem sabor a férias ... mas não é!




Depois de destruir uma boa parte do afloramento à marretada (marreta de 7 kg), ...



... é tempo de preparar as amostras ( o que o colega Anthony está a fazer) e tomar notas detalhadas de tudo o que é relevante no afloramento. Para se obter uma amostra com 1 a 2 kg, em condições apropriadas para datação isotópica, muitas vezes é necessário percorrer quilómetros, para cima e para baixo, e partir muitos quilos de basalto à marretada, e escopro e martelo.


Os colegas Anthony (Universidade de Paris) e Gary (Universidade do Hawaii) em amena discussão, envoltos nos gases das fumarolas do Kilauea. Percebe-se bem a diferença entre o geólogo habituado a trabalho de campo e o geólogo de laboratório!



Aqui a chuva é uma constante companheira. O que vale é que a temperatura é amena e secamos rápido. Nas zonas mais altas, as nuvens chegam religiosamente às 10:00, às 10:30 começa uma chuva miudinha, e às 11:00 chove copiosamente até ao fim do dia! Por alguma razão existe aqui uma floresta tão luxuriante! Ao fim do dia o céu fica limpo ...



Junto à costa, são aguaceiros como este que nos deixam completamente encharcados!


Mas a paisagem é sempre inspiradora, e por isso é com imenso prazer que se trabalha de sol a sol, sem parar. Afinal são apenas 15 dias para fazer o trabalho de meses ...